Polícia Civil prende segundo envolvido na morte de capitão da PM

Captura de Tela 2021-01-13 às 00.58.28
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

MANAUS-AM | Policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) prenderam, nesta quinta-feira (14), Hitalo Guimarães de Souza, vulgo “Maicon”, 18 anos, em cumprimento a mandado de prisão temporária. O suspeito é apontado como envolvido no latrocínio do capitão da Polícia Militar, Deivide de Souza Chaves, ocorrido na terça-feira (12/01), na zona leste de Manaus.

Publicidade

De acordo com a polícia, Hitalo, quando adolescente, teve passagens por roubo e tráfico de drogas.

Na quarta-feira, o primeiro envolvido no crime foi preso por policiais militares da Força Tática. Ele foi levado para a Derfd, onde prestou depoimento.

Conforme o delegado Aldeney Góes, a partir das informações prestadas pelo homem, os policiais civis, em uma ação coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), foram ao conjunto Castanheiras, zona leste, onde prenderam Hitalo.

“José apontou o Hitalo como um dos homens que estava no carro durante o crime que vitimou o capitão. O suspeito é conhecido pela alcunha de Maicon. Nós fizemos uma acareação dos dois suspeitos e foi comprovado o envolvimento do Hitalo, mas ele nega o envolvimento”, explicou o delegado.

O suspeito foi autuado pelo crime de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, e vai ser encaminhado para uma unidade prisional.

Ainda segundo o delegado, o autor dos disparos contra a vítima, identificado como Gabriel Coelho do Amaral, conhecido como “Macaco”, está foragido e um mandado de prisão temporária já foi expedido em nome dele.

ENTENDA O CASO

Na noite de terça-feira (12), um capitão da Polícia Militar (PM), identificado como Deivid de Souza Chaves, de idade não revelada, que fazia parte do Batalhão de Guarda da PM, foi atingido por disparo de arma de fogo no abdômen durante um assalto que aconteceu na rua Doutor Porfírio Nogueira, conjunto Castanheira, bairro Gilberto Mestrinho, na zona Leste da cidade.

Segundo informações preliminares repassadas pela polícia, os criminosos estavam em um carro modelo Onix, de cor branca, e durante um assalto acabaram atirando contra o policial. O capitão foi levado para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na zona Leste, onde passou por procedimento cirúrgico mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias