Rafael Fernandes após assassinar Kimberly, ligou para o pai e confessou que tinha matado a ex-namorada

WhatsApp Image 2020-05-17 at 11.28.28
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM I Na noite deste sábado (16), Rafael Fernandes, o principal suspeito do assassinato da Miss Manicoré, Kimberly Mota, chegou a Manaus após ser preso em Paracaima, cidade que faz fronteira com a Venezuela, na última sexta-feira (15).

Publicidade

Durante a vinda do suspeito a Manaus, ele confessou o assassinato a polícia e também relatou que decidiu contar ao pai sobre o crime cometido. Segundo seu relato, ele ficou desnorteado, sem reação, então decidiu ligar para o pai, que estava em São Paulo, e confessar o assassinato.

O Pai de Rafael ficou muito abalado com a confissão do filho e pediu para que ele se entregasse à polícia. Rafael por sua vez, não acatou o pedido do pai e decidiu se esconder das autoridades, seu plano era conseguir chegar na Venezuela, passar uns tempos por lá até que as pessoas “esquecessem” ele.

Depois da conversa com o pai, ele saiu do apartamento, pegou seu carro e deu início a sua fuga. Por conta da ação enérgica em conjunto da polícia, os planos do fugitivo foram por água a baixo, pois ele acabou sendo preso.

O pai do funcionário público do TRT 11, não resistiu a a confissão do filho sobre ter matado a moça de 22 anos e foi encontrado morto nos trilhos de uma estação de trem em São Paulo.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias