Rave clandestina com drogas é fechada por policiais, no Tarumã

DIVULGAÇÃO PMAM (6)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Polícia | O Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar do Amazonas, por meio do Batalhão de Policiamento Ambiental, flagrou neste domingo (13/09) uma festa rave clandestina que ocorria em um flutuante na orla do Tarumã, na zona centro-oeste de Manaus. Além do fechamento da festa, as equipes policiais apreenderam drogas sintéticas, como ecstasy e LSD. Dois homens foram presos por tráfico de drogas, incluindo o suposto proprietário do flutuante.

Publicidade

Rave clandestina é fechada por policiais

policia

A ação decorreu de denúncia anônima feita ao Batalhão Ambiental, pelo número (92) 98842-1553. As equipes chegaram ao flutuante, localizado nas proximidades da Praia Dourada, por volta das 16h. Segundo as informações recebidas pela PM, o evento clandestino estava acontecendo desde sexta-feira (12/09). O local estava lotado e, assim que a Lancha de Patrulhamento Fluvial Dessana se aproximou, algumas pessoas tentaram escapar de voadeira, mas foram pegas.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

Durante as buscas na voadeira, foram encontradas porções de entorpecentes com o piloto da embarcação. Na abordagem ao flutuante, as autoridades localizaram porções de drogas dentro do quarto do proprietário do espaço. O flutuante foi fechado, e houve a dispersão dos populares que estavam no lugar.

CONFIRA A OFERTA IMEDIATA

Ao todo, as equipes apreenderam 50 comprimidos de ecstasy, 27 papéis de LSD, além de sete porções de cocaína e maconha, e a quantia de R$ 880 em espécie. O suposto proprietário do flutuante, de 52 anos, e um jovem de 19 anos foram presos e flagranteados por tráfico de drogas.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias