Técnico de escolinha de futebol é preso suspeito de estuprar crianças em Manaus

WhatsApp Image 2022-11-20 at 18.59.54

MANAUS-AM | Pedro Sérgio Machado Ribeiro, 57, que se apresentava como técnico de um clube de futebol infantil amazonense, foi preso neste domingo (20), na rua Frederico Guilherme, no bairro Petrópolis, zona Sul da cidade, suspeito de estupro contra várias crianças.

De acordo com a 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), após denúncias feitas pelos próprios familiares de que Pedro estaria abusando de crianças em sua residência, a Polícia Militar (PM) se deslocou até o local delatado, e lá foi constatado, que de fato, ele estava com crianças no local, momento que foi dado voz de prisão ao meliante. Os familiares que o denunciaram, relataram que essa não foi a primeira vez que o flagraram cometendo abusos contra menores.

Ainda segundo informações repassadas exclusivas para o Imediato, no momento que a equipe de polícia chegou ao local, o homem estava seminu em uma cama. No mesmo local, havia menores, com idades de 8 a 14 anos. Na casa também havia uniformes de time espalhados pelo chão.

O acusado não soube explicar o que as crianças estavam fazendo ali. Conforme as informações, as vítimas estavam no local há pelo menos dois dias.

As vítimas que estavam na residência, cerca de seis crianças, foram levadas para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) onde irão passar por acompanhamento por uma equipe multidisciplinar da delegacia.

Crime

Pedro foi apresentado à DEPCA e deve responder pelos crimes de estupro de vulnerável, importunação sexual e por submeter criança e adolescente a prostituição sexual.

Time

O acusado se apresenta como técnico de um time infantil, porém, ao Imediato, o clube negou a existência de um departamento infantil de futebol. Mas ainda aguardamos uma nota oficial do time.

Foto: Divulgação

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
Não precisa ir muito longe, certamente você conhece alguém que já teve problemas com bancos, não é mesmo?...

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE