Além dos 47 confirmados, 15 casos suspeitos de coronavírus também são investigados pela FVS-AM


Manaus (AM) – Além dos 47 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas, a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Pinto, também informou durante coletiva on-line na tarde desta terça-feira (24), que 15 casos suspeitos de coronavírus ainda são investigados no estado pelo órgão.

Em relação aos pacientes internados, que são 5 no total, a idade varia entre 39 a 49 anos, quatro pacientes, e um paciente de 88 anos. Porém, há uma criança de 10 anos que contraiu o vírus após viagem aos Estados Unidos.

Anúncios

São dois pacientes internados no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, que passou a atuar de forma exclusiva para o atendimento de pacientes graves suspeitos ou confirmados de Covid-19, e três em hospitais da rede privada.

Vereador e delegado

Entre os diagnosticados com Covid-19 em Manaus, estão duas figuras públicas do Amazonas: o vereador e médico Isaac Tayah e o delegado de polícia civil Ivo Martins.

De acordo com os assessores de comunicação de Isaac Tayah, o vereador já estava isolado em casa porque a filha, que assim como o pai também é médica, já havia contraído a doença causada pelo novo coronavírus. Como ele teve contato com os demais parlamentares na última sessão presencial, realizada na última quarta-feira (18), todos os presentes na ocasião também terão que se submeter a exames de diagnóstico sobre o coronavírus.

A Câmara Municipal de Manaus suspendeu ontem o expediente interno e colocou todos os funcionários em home office. O vereador faz parte do grupo de risco e enfrentou sérios problemas de saúde no ano passado, chegando a ficar em coma por alguns meses. Seu quadro agora é estável.

Tayah fez um desabafo nas redes sociais no final de semana, quando a filha testou positivo. Ele recomenda o máximo cuidado da população, uma vez que a transmissão local já foi detectada.

Já o delegado Ivo Martins também aproveitou suas redes sociais para falar sobre o diagnóstico. O ex-titular da Delegacia de Homicídios e Sequestros (Dehs), falou que apesar da surpresa, o momento não é de pânico mas sim de residência e de seguir todas as recomendações de precauções que são estabelecidas pelas autoridades em saúde.

Após a confirmação positiva do teste, Ivo Martins entrou imediatamente em quarentena e segue em isolamento social.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Receba a seleção das melhores notícias

Você também pode gostar:

error: Este conteúdo é protegido!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram