Covid-19: ministro da Ciência e Tecnologia é voluntário em testes, e diz que Annita reduz carga viral da doença

Foto: Marcello Casal /Agência Brasil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

SAÚDE| Nesta segunda (19), o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, anunciou em entrevista ao programa Voz do Brasil, que o remédio ‘Annita’, nitazoxanida, pode reduzir 95% da carga viral do coronavírus, nas pessoas infectadas.

Publicidade

O ministro pegou Covid-19 em julho de 2020. Participou de testes e estudos clínicos organizados pela pasta e foi um dos voluntários da pesquisa.

A Anitta é uma medicação de custo baixo. O Ministro informou em coletiva de imprensa que o vermífugo “reduz o contágio, reduz a carga viral e diminui a probabilidade da pessoa aumentar os sintomas”. Mas os resultados completos da pesquisas, não foram divulgados, até porque os detalhes serão revisados antes de serem aceitos por um periódico científico internacional.

Segundo Marcos Pontes, a inclusão do medicamento no protocolo de tratamento do novo coronavírus no Sistema Único de Saúde (SUS) será feita após análise do Ministério da Saúde.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias