Fundação de Vigilância em Saúde notifica 62 casos de H1N1 no Amazonas

h1n1
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus- Am | Casos preocupantes no Estado do Amazonas sobre Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), o segundo Boletim Epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) foram 276 casos registrados de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) e 62 destes confirmados com o Vírus da Influenza A (H1N1) e 33 de Vírus Sincicial Respiratório (SRV), sobre a H1N1 foram registrados 16 óbitos, sendo 2 em Manacapuru, 1 em Parintins, 1 em Itacoatiara e na Cidade de Manaus 12 casos.

Publicidade

A preocupação junto a Secretaria de Saúde é grande, neste período as Unidades hospitalares ficam lotadas com pessoas gripadas, e esta lotação em ambientes fechados acabam tornando a proliferação do vírus mais intensa e rápida.

No momento o mais recomendável para prevenção é a lavagem constante das mãos, evitar multidões, acaso tenha sinal de gripe, procurar uma unidade de saúde para fazer os exames e iniciar o tratamento.

Sintomas mais comuns para identificação da H1N1 são: Febre superior ou igual a 39 graus, dor de cabeça intensa, calafrios frequentes, Cansaço extremo, dor na garganta leve, tosse seca e contínua, dores musculares intensa,  e ardor nos olhos. 

Se você ou algum familiar seu estiver apresentando um deste sintomas, já vale um sinal de alerta, procure de imediato orientações médicas, previnir é o melhor caminho.

A diretora-Presidente da FVS, serão disponibilizados em todo o Estado 1.535 posto de vacinação, com o envolvimento de 4 mil profissionais para atender a população.

Texto: Édila Chaves

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias