Há sete dias com placenta no ventre, mãe corre risco de morte

WhatsApp Image 2019-03-04 at 10.31.03
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-Am | Na última quinta-feira (28), uma jovem identificada como Débora Amazonas de Queiróz, de 21 anos, teve um abordo espontâneo na Maternidade Ana Braga, onde seu bebê veio a óbito. A criança saiu, porém a placenta continua no ventre da paciente. 

Publicidade

Segundo informações da mãe da paciente, Claudete Amazonas Queiróz, a filha está há sete dias internada na unidade hospitalar, aguardando por atendimento, na qual a placenta da paciente não desceu.

Ainda segundo informações, a paciente corre risco de morte, pois a mesma já está exalando mal cheiro, dores e sem condições de andar. Familiares desesperados, aguardam por atendimento para a paciente.

Nossa equipe de reportagem tentou entrar em contato com a direção do hospital, porém a responsável não estava na unidade.  

Segundo uma enfermeira da unidade, a mesma pegou nosso contato e disse que a direção iria entrar em contato com nossa equipe.

O site Imediato aguarda uma reposta da direção da Maternidade Ana Braga.

Reportagem: Vanessa Oliveira

Imagens: Pablo Medeiros.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias