Desembargador decreta prisão temporária de Alejandro Valeiko por 30 dias

Desembargador decreta prisão temporária de Alejandro Valeiko por 30 dias

Manaus – AM | O desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), manteve a prisão temporária de Alejandro Valeiko, principal nome ligado à morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, de 42 anos de idade. A decisão prevê prisão temporária de 30 dias, podendo ser prorrogada por mais 30 dias.

A decisão foi emitida na tarde desta segunda-feira (7/10) após o magistrado analisar a decisão da desembargadora do Plantão Judicial, Joana dos Santos Meireles, que no último sábado (5/10) transformou a prisão temporária de Alejandro Valeiko que havia sido decretada pela Justiça à pedido da Polícia Civil, em prisão domiciliar. Alejandro deve ser encaminhado para presídio, mas deve permanecer separado dos demais detentos.

Segundo a sua defesa, Alejandro sofre de transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de entorpecentes, mas para o desembargador, Alejandro pode receber tratamento médico na prisão.

Deixe uma resposta

AO VIVO 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram