Equipe da área social atende população em situação de rua no Ceci Aparecida

FOTO Miguel Almeida (2)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM I Numa ação articulada entre a equipe da área social do Governo do Amazonas, formada pelas secretarias de Estado de Assistência Social (Seas) e de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc) e pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS); a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc); e as Organizações da Sociedade Civil (OSCs), foi criada uma nova base de apoio para atender a População em Situação de Rua (PSR) no Centro de Convivência do Idoso (Ceci), na rua Wilkens de Matos, s/nº, bairro de Aparecida, zona  sul de Manaus.

Publicidade

Em funcionamento desde quarta-feira (1º/04), a base do Ceci Aparecida inicialmente está ofertando serviços de orientação sobre as formas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) e almoço. À medida em que o trabalho for desenvolvido, os ajustes para melhorar o atendimento à população em situação de rua serão realizados pelos entes envolvidos na iniciativa.

A secretária titular da Seas, Márcia Sahdo, pontua que poder contar com a colaboração do poder público municipal, das OSCs e da Igreja Católica para realizar este atendimento à população em situação de rua é fundamental para proteger essas pessoas frente à pandemia do novo coronavírus.

“O governador Wilson Lima decretou estado de calamidade pública, e os entes da área da Assistência Social compreenderam que o momento é de unir esforços para apoiar essas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade. Por isso, pedimos que a sociedade continue nos apoiando com a doação de toalhas, itens de higiene pessoal, bermudas para homens e outros produtos que são essenciais para prestarmos esses serviços, tanto na Arena Amadeu Teixeira quanto aqui no Ceci de Aparecida”, assinalou.

O funcionamento da base instalada no Ceci Aparecida será de segunda a sexta-feira (exceto em feriados), com uma programação que, além de orientações sobre as formas de prevenção à Covid-19, contempla a higienização (lavagem das mãos) e entrega de refeições (almoço). Para evitar aglomerações, a população em situação de rua será organizada em grupos de 30 pessoas.

No primeiro dia da ação (1º/04), que contou com a participação de 30 profissionais coordenando as ativdades, foram disponibilizadas 109 refeições pela Seas e 100 pela Semasc, e 37 usuários foram atendidos no Ceci. As refeições que não foram consumidas foram entregues nos seguintes pontos de Manaus que concentram grupos da PSR: Igreja dos Remédios, Manaus Moderna, Praça da Matriz e Praça Chile.

Na quinta-feira (02/04), o número de usuários atendidos subiu para 105, com disponibilização de 100 refeições pela OSC Desafio Jovem, e 80 pela Semasc. Com a oferta de 46 refeições para a equipe técnica, conservadora de limpeza e segurança, as 29 refeições que sobraram foram disponibilizadas à OSC Casa de Sara, para ser distribuídas para usuários acompanhados pela instituição.

Além da Seas e da Semasc, participam desta iniciativa as OSCs Nova e Eterna Aliança, Vida Alegre, Casa de Sara, Desafio Jovem e Nacer.

Sensibilização – Um trabalho de sensibilização junto à população em situação de rua sobre as formas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) está sendo realizado pela equipe do programa de abordagem social Braços Abertos, da entidade social Desafio Jovem de Manaus. Este trabalho foi realizado no Ceci Aparecida na quinta-feira (02/04).

Hoje (03/04), participaram das atividades as pessoas que fazem parte do grupo de risco (idosos, gestantes, portadores de doenças respitatórias e cardíacas), que estão no Acolhimento da Arena Amadeu Teixeira.

Um vídeo demonstrando os cuidados com a higiene pessoal e com a limpeza dos ambientes foi exibido para os abrigados e, após as dúvidas serem esclarecidas, folhetos informativos sobre o tema foram distribuídos. A representante da entidade, Franciane Clemente, diz que ficou satisfeita com a receptividade da população em situação de rua, tanto na base do Ceci Aparecida quanto na Arena Amadeu Teixeira.

“Este é um trabalho que busca sensibilizar essas pessoas sobre a importância da prevenção ao novo coronavírus, e nós gostamos da reação deles. Acredito que conseguimos transmitir bem as informações para eles”, disse.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias