Por engano, médico é baleado por policial civil no HPS João Lúcio, zona Leste

079CA7D0-828E-4845-99B8-2BF8A28ED1F6
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – Um médico ortopedista identificado como Marcelo Brito, 55 anos, acabou levando um tiro ao ser confundido com um assaltante. O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (4), no estacionamento do HPS João Lúcio, zona Leste de Manaus.

Publicidade

De acordo com informações repassadas por uma testemunha que participou do ataque, o carro do médico, HB20 de cor branca e placa PHJ-3379, foi confundido com outro veículo que tinha sido roubado durante a tarde desta segunda-feira (4). Um suposto policial civil à paisana atingiu o carro com inúmeros tiros, um dos disparos atingiu as costas do profissional.

Ao perceber que o médico não era o assaltante procurado, o atirador – que se identificou como policial civil – se evadiu do local sem ser identificado ou prestar qualquer tipo de ajuda. Pelo menos sete tiros puderam ser contados na lataria do carro.

O médico, Marcelo Brito, não corre risco de morte e recebeu atendimento no setor emergencial do HPS João Lúcio. A polícia deve investigar o caso.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias