Três são presos por estupro contra crianças no AM, na operação ‘Erê’

WhatsApp Image 2020-07-30 at 09.28.14 (2)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | Na manhã desta quinta-feira (30/07), as equipes do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) e da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), deflagraram a operação “Erê”, que resultou no cumprimento de mandados de prisão em nome de três indivíduos, ambos por abusarem sexualmente de menores. A ação policial ocorreu em Manaus e no município de Juruá (distante 674 quilômetros em linha reta da capital).

Sob acoordenação do delegado Alessandro Albino, diretor do DPM, e da delegada Joyce Coellho, titular da Depca, a operação integrada buscou retirar do convívio social, indivíduos investigados e condenados por cometerem abusos sexuais contra crianças e adolescentes da própria família.

A titular da especializada explicou, ainda, que durante a ação, foram cumpridos mandados de prisão preventiva em nome de um jovem de 20 anos, investigado por abusar sexualmente da própria prima, uma criança de 7 anos. Também foi cumprindo mandado de prisão em nome de um homem de 41 anos, pelo mesmo delito, cometido em 2009.

Publicidade

Conforme a delegada, ainda durante a operação, um homem de 50 anos, condenado por praticar atos libidinosos contra a própria sobrinha, em 2004, também teve o mandado de prisão em nome dele cumprido pelas equipes policiais.

Prisões – O jovem de 20 anos foi preso no bairro Redenção, zona centro-oeste de Manaus. Enquanto a prisão do condenado de 50 anos ocorreu na segunda etapa da comunidade Novo Reino, bairro Gilberto Mestrinho, na zona leste da capital. Segundo a titular da Depca, o homem de 41 anos foi preso no município de Juruá.

Operação “Erê” – Conforme a titular da Especializada, a operação recebeu esse nome, cujo significado é o espírito infantil, em alusão ao aniversário de 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Procedimentos – Os três infratores serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e deverão passar por audiência de custódia via videoconferência.

CONFIRA OFERTA IMEDIATA

APOIE O IMEDIATO

Clique AQUI

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias