Operação da PF: Wilson Lima afirma que está tranquilo e quer fatos esclarecidos

Captura de Tela 2020-06-30 às 19.22.58
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), gravou um vídeo onde se pronunciou sobre a operação da Polícia Federal, que apura superfaturamento na compra de respiradores pelo Estado. 

Publicidade

Na gravação ele disse que ficou surpreso com a ação da PF.

O governador estava em Brasília e retornou para Manaus, após a operação Sangria ter sido deflagrada na manhã desta terça-feira (30). Ainda na capital federal o chefe do executivo estadual teve celulares e um tablet apreendidos. 

Ele disse que é o principal interessado na apuração dos fatos relacionados à investigação objeto da operação. “Hoje eu fui surpreendido com uma operação aqui em Manaus, quando estava em Brasília cumprindo uma agenda oficial. Apesar de surpreso, eu acho importante, para esclarecer esses fatos. E eu, enquanto governador, sou o principal interessado de que isso seja efetivamente apurado”, afirmou.

Wilson Lima ressaltou que não houve determinação para qualquer prática ilegal. “Durante o pico da pandemia, a minha determinação era para que se salvassem vidas, e aí havia necessidade de celeridade nos processos para aquisição de materiais para o combate ao coronavírus. E, em nenhum momento, houve qualquer determinação para prática ilegal, para corrupção ou qualquer coisa nesse sentido”, frisou.

O governador também destacou que espera ter os fatos esclarecidos o mais breve possível. “Eu estou absolutamente tranquilo e na certeza de que esses fatos serão logo esclarecidos”, reforçou.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias