Profissionais que estão atuando na linha de frente ao combate do coronavírus, ficarão longe dos familiares neste ano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
WhatsApp Image 2020-05-10 at 12.46.51(1)


Manaus-AM I Este Dia das Mães também vai ter um significado diferente para as profissionais que estão atuando na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

Publicidade

É o caso da cirurgiã-dentista e tenente Vanessa Marques, do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), que integra a equipe do Hospital de Combate à Covid-19, na Nilton Lins. Mãe de uma menina de 2 anos, ela entende que não vai poder comemorar a data como nos outros anos, em respeito ao distanciamento social, mas diz que não tem do reclamar.

WhatsApp Image 2020 05 10 at 12.46.52
Vanessa Marques não irá poder comemorar a data como nos outros anos. Foto: Divulgação

“O principal no Dia das Mães é estar junto das pessoas que a gente ama. A única coisa que eu lamento neste ano é que eu não vou poder estar junto da minha mãe, mas eu vou estar em casa com saúde, com minha filha, com meu marido, todos nós com saúde, graças a Deus, então na verdade a gente tem é que agradecer, né?”, afirmou. “Mas a gente de longe vai tentar demonstrar o carinho de alguma forma e comemorar com quem pode estar perto da gente”.

Assim como tantos outros colegas que aguardavam há anos a convocação para o Corpo de Bombeiros após o concurso de 2009, a tenente Vanessa foi chamada para reforçar as ações de assistência à população durante a pandemia, e tem se dividido entre cuidar da filha e o serviço no hospital. Para ela, não há nada mais gratificante do que contribuir para a recuperação dos pacientes.

“Sentir que de alguma forma nós estamos contribuindo para que as pessoas retornem para as suas casas, com saúde, é muito gratificante, realmente é o que faz a gente vencer o cansaço. São as duas coisas que mais me dão força hoje em dia: assistir às altas e chegar em casa e ser recebido por eles dois (a filha e o marido). É o que renova as minhas energias para os próximos dias que vêm”, revelou.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias