Cervejaria artesanal acusa perseguição comercial por parte da Prefeitura de Manaus

16
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | A Cervejaria Artesanal Mahy, que fica localizada na Avenida Castelo Branco, Bairro Cachoeirinha, zona Sul da capital, vem sofrendo perseguição comercial por parte da prefeitura de Manaus.

Publicidade

Cervejaria sofre perseguição da Prefeitura

Cervejaria
Cervejaria artesanal acusa perseguição comercial por parte da Prefeitura de Manaus. Foto: Reprodução

Segundo Herbert Pires Filho, um dos sócios e proprietário do local, dois funcionários da Vigilância Sanitária Municipal (VISA), estevem na cervejaria no último dia 16 de junho e após de uma fiscalização, interditaram o estabelecimento, alegando ter encontrado vezes de rato, em produtos de fabricação da cerveja.

Ainda segundo a secretaria administrativa, Regiane Ramires, os fiscais chegaram até o local sem ter agendado uma visita, fizeram fotos do estabelecimento e informaram a interdição, sendo que o local já estava fechado por conta da pandemia do novo coronavírus, apenas fazendo a entrega através de delivery.

Os sócios e proprietários da Mahy, entendem que é uma perseguição comercial, já que todos os documentos estão em dia e o laudo pericial da Vigilância Sanitária Municipal (VISA), possuem elementos que não condizem com a verdade dos fatos.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias