‘Meu netinho era obediente’, diz avô de menino vítima de bala perdida em Manaus

a1004114-1a2d-4aa4-ad0b-9ccfead41bc9
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM – Os familiares do pequeno Renan Souza, de 10 anos, realizam o velório da criança, que morreu após ser atingida por uma bala perdida, durante um intenso tiroteio que aconteceu na noite desta quinta-feira (9/1), na rua Rio Amazonas, bairro novo Aleixo, zona Norte da capital. 

Publicidade

Inconformado com a perda, o avô paterno, Domingos Venâncio Soares da Gama, lamentou a morte do neto, o qual ele tinha como um filho. “Meu netinho era uma criança muito alegre, que gostava de brincar aqui na rua com os coleguinhas, muito dedicado e obediente, tudo o que eu pedia ele fazia.”

Com apenas 10 anos de idade Renan já praticava esportes. Ele fazia parte do Projeto Social Elite BJJ, onde o mestre Djeimison Taveira tinha a missão de resgatar jovens e crianças em situações de risco, e resgatá-las. “Essa criança tinha um sonho, de ser um campeão e levantar no podium a bandeira do projeto” afirmou o mestre com a voz embargada pelo choro.

O velório está acontecendo na Igreja Assembléia de Deus, na mesma localidade onde o menino brincava quando foi atingido com uma bala perdida, na região do peito.

O velório vai se estender até as 13h, e logo em seguida o cortejo seguirá para o Cemitério Parque Tarumã, zona Oeste de Manaus, onde a criança será enterrada.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias