Daniel Alves: câmeras provam que houve assédio e agressão sexual, diz jornal

daniel-alves-admite-sexo-em-depoimento-mas-diz-que-relacao-foi-consentida-D24am-1-1536x864
PATROCINADO
A ENEVA, em um esforço contínuo para fomentar a educação e o crescimento econômico no Amazonas, lidera uma...

Imagens fornecidas pelas câmeras de segurança da boate Sutton, em Barcelona, comprovaram que a acusadora de Daniel Alves sofreu assédio e agressão sexual, mostram as informações publicadas pelo jornal espanhol “Diari Ara” nesta quarta-feira (24). As filmagens são do dia 30 de dezembro de 2022, dia em que o suposto estupro contra a jovem de 23 anos teria acontecido.

Segundo o periódico, as imagens do estabelecimento mostram que o brasileiro é o primeiro a sair do banheiro, local da agressão. De volta na área VIP a jovem conversa com a prima, após sair do ambiente em que sofreu violência. Neste momento, ela teria anunciado para a parente que sofreu a violência.

Em seguida, a vítima teria solicitado para que elas fossem embora da festa. “A vítima da suposta agressão, distante, apenas toca-lhe a mão. As duas saíram correndo do clube”, diz o jornal, que afirma que as filmagens corroboram com a versão prestada pela acusadora.

Antes mesmo de chegar na área externa da boate de luxo, a jovem começa a chorar e aponta para o joelho. Sem cessar o choro, mais uma vez, as primas se abraçam. A ferida nessa parte do corpo foi detectada, inclusive, pelo laudo médico. De acordo com especialistas, a lesão no joelho costuma ser comum em casos de estupro e outras agressões sexuais.

Outro momento chave para o caso também foi capturado pelas câmeras. Além da agressão, a vítima também teria sofrido assédio sexual. “A vítima está de costas para o jogador de futebol, mas ele pega a mão dela e leva até a região dos genitais. A menina tira de repente. […] Tem outro momento, em que [Daniel] Alves abaixa sua mão até a bunda da garota. Ela tira de novo”, confirma o periódico.

O jogador brasileiro está preso no Centro Penitenciário Brians 2 desde 20 de janeiro de 2023. A defesa do atleta já entrou com recursos para que o lateral-direito responda ao processo em liberdade, mas a solicitação foi recusada. Os magistrados alegam risco de fuga para o Brasil e, por isso, ele aguarda o julgamento, sem data prevista.

Foto: Reprodução/ Instagram/ @danialves

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
Candidatos para cursos técnicos em Silves devem se inscrever a partir desta sexta-feira, dia 5 de abril. São...

Últimas atualizações sobre benefícios

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE