Governo do Estado monta grande estrutura para jogo final da Série D entre Manaus e Brusque

Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | O Governo do Estado vai disponibilizar uma grande estrutura para o público que for à Arena da Amazônia Vivaldo Lima, no próximo domingo (18/08), a partir das 15h, conferir a final do Campeonato Brasileiro da Série D, entre Manaus F.C. e Brusque, de Santa Catarina. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (15/08), em entrevista coletiva com os representantes das secretarias de Segurança Pública (SSP-AM), de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), da Pessoa com Deficiência (Seped), Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. Também estiveram presentes servidores de órgãos municipais como Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (Immu), responsável pela organização do trânsito.

Publicidade

A Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança (Seagi) será responsável pela coordenação do esquema de segurança montado para garantir a tranquilidade dos torcedores que irão ao estádio. Uma estrutura do Centro de Comando e Controle Integrado (CICC) da SSP-AM será montada dentro do estádio para o monitoramento do perímetro em torno da arena. Serão 800 homens da segurança pública, sendo 600 policiais militares.

“Teremos trabalhando policiais militares, civis, bombeiros e servidores do Detran-AM, de maneira que tenhamos um evento mais tranquilo possível. Estaremos com a estrutura da Delegacia Móvel montada, e o sistema de Segurança Pública estará atento, com policiamento velado, para que não haja extorsão dos torcedores que forem ao jogo e queiram estacionar nas redondezas”, informou o secretário Louismar Bonates.

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, homens do Batalhão de Choque, da Cavalaria da Polícia Militar, Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms), farão a segurança externa do estádio antes, durante e depois do jogo. “Neste dia teremos, aproximadamente, 1,4 mil policiais atuando na segurança da cidade de Manaus, tanto diretamente no jogo, quanto no policiamento rotineiro”.

O Immu vai realizar mudanças no trânsito no entorno da arena. A partir das 8h de domingo, a avenida Flaviano Limongi será interditada. Ao meio-dia, será a vez da avenida Constantino Nery, no sentido Bairro-Centro, e neste mesmo horário serão abertos os portões do estádio para a partida.

Apoio ao time – O titular da Sejel, Caio André de Oliveira, destacou os incentivos do Governo do Estado dados ao futebol local e assinalou o momento vivido pelo Manaus Futebol Clube, em pouco mais de seis anos de existência. “É uma data histórica, e o Governo está dando todo apoio não apenas para o Manaus. Desde o começo da nossa gestão, desoneramos a utilização de todas as praças esportivas da Sejel, como Arena da Amazônia, Estádio da Colina e Estádio Carlos Zamith, contribuindo com o crescimento dos times locais do futebol profissional”, pontuou.

Caio André também informou que a secretaria já trabalha na recuperação da numeração dos assentos da Arena da Amazônia, conforme determina o Estatuto do Torcedor, para que nos próximos jogos os ingressos sejam todos com numeração marcada. “Desde a Copa do Mundo de 2014 que não havia manutenção no estádio em relação à numeração de cadeiras, e nós, por determinação do governador Wilson Lima, já estamos contratando uma empresa para que se realize esse processo de identificação das cadeiras”.

Foram colocados à venda, pelo Manaus Futebol Clube, 38 mil ingressos para a partida de domingo (18/08). No final da manhã desta quinta-feira (15/08), o time anunciou que todos os ingressos para arquibancada foram vendidos, estando disponíveis ainda entradas para cadeiras no setor de área VIP.

Com informações da assessoria de comunicação.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias