Covid-19 muda festejos do ‘Dia das Mães’ e divide famílias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
1-Mae


Brasil I A pandemia do novo coronavírus impôs ao mundo um período indefinido de isolamento social e com ele as mudanças nas datas comemorativas, como foi a Semana Santa e agora, o Dia das Mães, celebrado neste domingo (10).

Publicidade

Por força da quarentena, o tradicional almoço do Dia das Mães já não vai reunir a família como todo ano acontece na casa da aposentada Antonia Campos, de 82 anos e mãe de cinco filhos. 

Esse ano ela saiu de São Paulo e foi com o marido e uma filha para o interior de Minas Gerais, fugir da cidade que registra o maior número de casos da covid-19 no país. Ela vai passar o período de isolamento com uma das filhas, a professora Angela Paradelas em Muriaé (MG).

Para a aposentada, esse ano vai ser diferente, porque geralmente a filha Angela não vai para São Paulo passar o Dia das Mães. “Sinto muito não poder reunir na minha casa os meus filhos, como todos os anos eu faço, não vai ser muito alegre, mas também não digo que será triste porque estou ao lado de duas filhas e com saúde. Mas estou triste, pois estou longe dos meus netos e de três filhos, também pela situação que está o país, pelo momento político e pela pandemia”, lamenta Antonia.

Leia a matéria completa em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-05/covid-19-muda-festejos-pelo-dia-das-maes-e-divide-familias

Fonte: Agência Brasil

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias