Servidor e garimpeiro não aceitam namoro dos filhos e vão parar na delegacia por agressão

5dp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

BRASIL | No último domingo (12), um servidor público de 32 anos e um garimpeiro de 40 anos se agrediram em uma instância onde ambos moram, no bairro Calungá, zona Sul de Boa Vista. Os envolvidos ficaram feridos por conta das agressões.

Conforme informações da Polícia Militar (PM), uma grande discussão ocorreu por volta das 16h35 daquele dia, tendo como motivação o namoro da filha do servidor público com o enteado do garimpeiro. O servidor não estaria aceitando o relacionamento.

O garimpeiro teria relatado à polícia que estava dormindo na residência onde mora quando foi acordado por ouvir o servidor público “se exaltando” com a sua esposa e, na tentativa de proteger a mulher, o garimpeiro agrediu o servidor, que revidou, iniciando a confusão com vias de fato.

Eles trocaram socos por todo o corpo de ambos e brigaram na parte de fora do imóvel. Após a briga, o servidor apresentou lesões nas costas, braços e em um dos pés. Já o garimpeiro teve ferimentos nos pés e pescoço. O garimpeiro teria, ainda, se armado com um terçado e agrediu o servidor nas costas com a arma branca.

A PM informou também que, após a “terçadada”, os dois voltaram para suas casas e, nesse momento, o garimpeiro pegou uma barra de ferro de antena e agrediu novamente o servidor.

Os dois confirmaram os fatos aos policiais, inclusive, uma testemunha que presenciou as agressões. Garimpeiro, servidor, testemunha e os objetos das agressões foram encaminhados até a Central de Flagrantes da Civil, onde o caso foi registrado, para providências.

*Com informações do G1

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias