Estelionatários acusados de aplicarem ‘golpe da casa própria’ são presos em Manaus

WhatsApp Image 2020-11-03 at 14.52.10
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM |Dois estelionatários foram presos por fraude na venda de imóveis e automóveis em sites de compra. A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 18° Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu na tarde da última sexta-feira (30/10), por volta das 13h, dois mandados de prisão preventiva em nome de Walcemi Coelho Rodrigues, de 42 anos, e Edimar Lima de Araújo, de 41 anos, conhecido como “Junior”.

Publicidade

Conforme o delegado Ricardo Cunha, titular do 18° DIP, as prisões ocorreram nos bairros Parque Dez de Novembro e Mauazinho, nas zonas Centro-Sul e Leste da cidade, respectivamente. As investigações em torno do caso iniciaram após vítimas comparecerem à unidade policial para relatar as ocorrências.

Os golpes de estelionato foram praticados nos meses de janeiro, abril e outubro de 2020, ocasião em que geraram para as vítimas prejuízo de mais de 100 mil reais.

Referente aos golpes relacionados aos imóveis, o delegado informou que os criminosos visualizavam o anúncio de imóveis nas mídias sociais, entravam em contato com os proprietários se passando por corretores para terem acesso ao interior das residências e poderem dar sequência ao delito.

Quando conseguiam o acesso as propriedades, a dupla se passava por proprietários e anunciavam em sites de venda, com valores abaixo do preço de mercado para atrair interessados. As vítimas, sonhando em ter a casa própria, realizavam os pagamentos, na sequência os criminosos desapareciam, e as vítimas percebiam o golpe.

Homens alugavam carros para praticar crimes de estelionato


Ainda conforme Cunha, o segundo crime praticado pela dupla era o da venda de automóveis. Eles se passavam por funcionários do Departamento de Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran -AM), diziam que tinham acesso aos carros apreendidos durante as fiscalizações, prometiam para as vítimas a venda desses veículos, e afirmavam que elas sairiam com a documentação de posse do carro em seus nomes.

As vítimas escolhiam o modelo de sua preferência, os falsários alugavam um carro parecido para dar sequência no crime. Eles marcavam o encontro na sede do Detran, e quando recebiam o dinheiro fugiam do local, enquanto as vítimas permaneciam por horas esperando a saída dos indivíduos, até perceberem o golpe.

Somente esse ano, pelo menos 4 pessoas registraram Boletim de Ocorrência no 18° DIP, mas conforme a autoridade policial, foi verificado que havia três mandados de prisão em aberto em nome dos dois indivíduos. Juntos, eles possuem cerca de 30 ações penais que apontam a dupla como autores de crimes de estelionato desde o ano de 2002.

Veja um dos estelionatários

Estelionatários acusados de aplicarem 'golpe da casa própria' são presos em Manaus

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias