Polícia Federal cumpre mandado de prisão contra associação criminosa; Veja vídeo

WhatsApp Image 2020-11-26 at 07.04.56
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Boa Vista/RR|A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje, 26/11, a operação Rêmora* para desarticular uma associação criminosa suspeita de coordenar atividade de garimpo ilegal na Terra Indígena Ianomâmi.

Publicidade

Policiais Federais cumprem três mandados de busca e apreensão expedido pela 1ª Vara da Justiça Federal em Roraima, após representação da Autoridade Policial e manifestação favorável do Ministério Público Federal.

As investigações tiveram início em 2018, após uma ação do exército abordar suspeitos que estariam levando pessoas, mantimentos e materiais diversos em um caminhão para áreas de garimpo às margens do rio Uraricoera.

O inquérito policial indica que dois suspeitos seriam responsáveis por operações de exploração de garimpo ilegal localizado na Terra Indígena Ianomâmi. Eles contariam com maquinário e balsas para a extração de ouro na região, recrutando e gerenciando garimpeiros e mergulhadores em suas atividades.

Além da própria exploração, também seriam responsáveis pela logística e envio de insumos e materiais para viabliazarem o crime de outros garimpeiros da região, como o de um terceiro suspeito, alvo da operação de hoje. Eles enviariam itens como combustíveis, alimentos e equipamentos, dos quais dependem as atividades mineradoras ilícitas.

*O nome da operação faz alusão à rêmora, um peixe que estabelece relação de comensalismo com predadores maiores e mais capazes e sobrevivem graças as sobras alimentares destes, em situação análoga a dependência dos “pequenos” garimpeiros às atividades dos maiores.

Veja vídeo da operação

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias