“Quando chove, aqui vira um rio”, diz morador da Avenida Curaçau


Deixe uma resposta