O Metal não morreu! Conheça a banda Mentes Ordinárias, direto de Manaus-AM

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | O cenário musical é muito extenso, desde as músicas mais calmas como o MPB (música popular brasileira) ao metal da banda Mentes Ordinárias, oriunda da zona Leste de Manaus, na capital do Amazonas.

Publicidade

Conheça a banda Mendes Ordinárias

A Mentes ordinárias é uma banda Manauara, totalmente independente de Metal/Hardcore. Formada em 2008 pelos amigos de adolescência Vicente Júnior (Voz) e Arley Júnior (Bateria), teve recentemente em 2020 seu primeiro EP lançado intitulado pelo próprio nome da banda, Mendes Ordinárias.

Mentes Ordinárias
Formação atual da banda Mentes ordinárias. Foto: Diculgação

A era cover

Vicente e Arley, sempre foram amantes de rock, influenciados por bandas como Linkin Park, System of a Down, Sepultura, Korn e muitas outras. Entre uma conversa e outra, resolveram dar os primeiros passos para ter sua própria banda, começando assim a ensaiar na laje da casa de Vicente, aprendendo várias músicas com o intuito de fazer cover e conseguir uns trocados.

Mentes Ordinárias
A banda quando ainda fazia cover de Raimundos e Matanza. Foto: Divulgação

Os impasses que a banda tinha para realmente engrenar na sua carreira e conquistar sua identidade própria, era a ausência de um baixista fixo. A banda contava com a ajuda de amigos que quando tinham algum tempo, faziam a participação em ensaios e pequenos shows.

Em 2015 o grupo tem um avanço musical, com a entrada do guitarrista Sérgio Souto, que também era amigo deles e compartilhava da mesma ideologia musical, o metal.

Identidade autoral

O objetivo dessa nova formação não era de fato tocar apenas covers de bandas nacionais como Raimundos e Matanza, mas sim de fazer suas próprias músicas, falar sobre o problemas sociais e a realidade brasileira daqueles que sofrem opressões mas são vitoriosos por persistirem na luta.

Com a falta de visibilidade, sem shows no cenário underground manauara, o vocalista, Vicente Júnior, teve a brilhante sacada de convidar um amigo para ser o promoter da banda e assim, Jordan Castro, conseguiu contatos para a banda de fato começar a fazer apresentações e participar dos eventos do cenário manauara de rock underground.

Após Jordan se juntar ao Mentes, várias ideias cercaram a equipe, entre a procura de shows e parcerias de outras bandas do cenário local, saiu o primeiro festival de rock do bairro Armando Mendes, em Manaus, o 1º Metamorfose Rock Fest, evento esse que juntou vários artistas e também dezenas de pessoas.

Mentes Ordinárias
1º Metamorfose Rock Fest. Foto: Divulgação

Do festival em casa para eventos fora

No dia da estreia do Metamorfose Rock Fest, Vicente (Vocal), conheceu o quem seria o possível ‘padrinho’ da banda, Rodney Silva, vocalista da banda Renegados Pelo sistema, grande influenciadora do rock underground de Manaus. Após conversas com Rodney, apareceu o convite para tocarem em um evento no bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus, assim, o Mentes ordinárias, começou a dar seus primeiros passos da cena manauara do rock.

Mentes Ordinárias
Vicente Júnior (esq), Rodney Silva e Arley Júnior. Foto: Divulgação

Com toda certeza, largar o que poderia ser algo fácil como ‘fazer’ cover de músicas conhecidas e meter a cara para o desconhecido e insistir em músicas próprias seria um decisão difícil, mas a banda trilhou por esse caminho pois o Mentes já tinham algumas músicas próprias.

Diego Melo (baixista), além de amigo e sempre estar presente nos shows da banda, por um tempo ele tomou a frente do baixo, fortaleceu, acrescentou e participou na criação de músicas do final do ano de 2018 até o final de 2019.

Mentes Ordinárias
Arley Júnior (baterista), Diego Melo (ex-baixista) e Jordan Castro (Promoter da banda). Foto: Divulgação

Em busca do primeiro EP

Após quase 12 anos em busca de um sonho, em persistir em seus objetivos, a banda começa agravar seu primeiro EP em estúdio. No final de 2019, a Mentes Ordinárias, firmou parceria com o ex-guitarrista Carlos Andrez de uma banda também manauara, a Occthe.

Sergio Souto saiu da guitarra e tomou as rédeas do baixo, deixando a Carlos Andrez no instrumento, começando uma nova era para a banda, trocando a sonoridade das músicas, melhorando as imperfeições, mesclando vertentes do Nu-Metal, Metal Progressivo e um pouco de Hard Core.

Mentes Ordinárias
Reunião com o novo integrante Carlos Andrez (de regata azul com chapéu preto). Foto: Divulgação

Agora com a banda completa em 2020, a produção do EP, divulgação, reconhecimento do público (até mesmo cantando suas músicas), parcerias ainda mais fortalecidas, Jordan Castro (promoter), começou a entrar em contato com donos de eventos conceituados na capital, promovendo uma turnê por Manaus.

O Mentes já se apresentou no Marginal Rock, Vinil Rock Live (Bar do Braga), Festival Inferno (Mandrake Produções) e também no Dia Mundial do Rock Oficial Manaus, além de tocar em casas bastante conhecidas como o Bar do Cabelo e no Boteco dos Vikings Rock Bar.

Mentes Ordinárias
Mentes Ordinárias no Dia Mundial do Rock Oficial Manaus. Foto: Reprodução

EP Mentes Ordinárias

Mentes Ordinárias
Banda Mentes Ordinárias. Foto: Divulgação

O Mentes lançará em breve seu primeiro EP, que leva o próprio nome da banda, com seu metal autoral, independente, tratando sobre a realidade brasileira, da rotina cansativa, tudo isso numa pegada pesada e com alta sonoridade.

O Mentes Ordinárias busca além de tudo, claro com humildade, espaço no meio nacional da música, sempre buscar melhorar a qualidade musical e fazendo tudo com muita dedicação.

Escute os seus trabalhos já lançados no EP – Mentes Ordinárias.

Facebook: https://www.facebook.com/mentes.ordinarias/

Instagram: https://www.instagram.com/bandamentesordinarias/

Mentes Ordinárias – Perdição

Mentes Ordinárias – Mr. Lecter

Últimas informações ao vivo:

Receba a seleção das melhores notícias

Outros assuntos interessantes: