Covid-19: ‘atendimento precoce já é prioridade do prefeito atual’, diz Pazuello, em Manaus

WhatsApp-Image-2021-01-13-at-14.43.09
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A proposta é amplamente defendida pelo governo federal, por meio do MS, como uma das principais estratégias diante da pandemia, causada pela Covid-19

MANAUS-AM| Durante pronunciamento na manhã desta quarta-feira (13), sobre as ações do Ministério da Saúde no Amazonas para o fortalecimento do enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19) no estado, o ministro Eduardo Pazuello reconheceu que o atendimento precoce contra a doença, que já matou mais de 3,7 mil pessoas na capital amazonense, já é prioridade da atual administração de Manaus. A proposta é amplamente defendida pelo governo federal, por meio do MS, como uma das principais estratégias diante da pandemia, e consiste no diagnóstico clínico pelos médicos e receituário de medicamentos.

Publicidade

“Não tem como resolver essa situação, se nós não transformamos o atendimento precoce em prioridade da prefeitura de Manaus, que, aliás, já é a prioridade do prefeito atual (David Almeida). Já abriu a UBS da Nilton Lins, e se comprometeu, e se compromete em ‘botar’ para funcionar todas elas para o atendimento da Covid-19 também.“, comentou.

A expansão da Unidade Básica de Saúde (UBS) Nilton Lins, localizada no bairro Flores, zona Centro-Sul, faz parte do pacote de medidas implementadas pela Prefeitura de Manaus, para enfrentar o crescente número de novos casos e agravos da doença causada pelo novo coronavírus, na cidade. No primeiro dia de funcionamento, nesta terça-feira (12/1), registrou uma grande demanda de usuários em busca de atendimentos por suspeita de síndromes gripais e Covid-19.

Ainda durante o pronunciamento nesta manhã, Pazuello afirmou que Manaus é a prioridade nacional, neste momento, que não poderia deixar de ser.

“Vamos vacinar em janeiro e Manaus será também a primeira a ser vacinada. Ninguém receberá a vacina antes de Manaus. A vacina será distribuída simultaneamente em todos os estados na sua proporção de população. E Manaus terá essa prioridade, também. A vacina induz a produção de anticorpos, essa é a função da vacina.“, disse o ministro.

Covid-19: ‘atendimento precoce já é prioridade do prefeito atual’, diz Pazuello, em Manaus

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias